FC2ブログ
コメントは受け付けていません。

comment for Obra "A Estudante" de Osamu Dazai 太宰治の作品『女生徒』






カワイイ虫をクリックすると投稿できます。
↑Clique no bichinho para postar seu comentario
トラックバックは受け付けていません。

トラックバック

スポンサーサイト

上記の広告は1ヶ月以上更新のないブログに表示されています。
新しい記事を書く事で広告が消せます。
category : スポンサー広告  comment : × track back : ×

Obra "A Estudante" de Osamu Dazai 太宰治の作品『女生徒』

Ler literatura é muito bom.
Amplia sua mente e traz novo mundo para você.
文学を読むというのはとてもいいことです。
文学を読むと知識が広がり、新しい世界が開けます。


Capa do livro "A Estudante" (Editora Kadokawa)
角川文庫から発刊された『女生徒』の表紙

aestudante_cover.jpg


No site da Escola Modelo, já foi apresentado algumas obras traduzidas por alunos do Curso para Formação de Tradutores através da coordenação do Prof. Kenji Ogawa, que foi professor do curso. (nesta página você pode conhecer as obras traduzidas). O Curso de Formação de Tradutores foi encerrado em abril de 2017, mas Prof. Ogawa continua como o projeto de tradução de obras literárias, para que mais brasileiros, principalmente os adolescentes e jovens leiam e conheçam as obras literárias.
Em 2017, o prof. Ogawa traduziu e publicou a obra "Sofrimento de Nascer" do escritor Takeo Arishima.
 
モデル校のサイトでは、すでにいくつかの文学作品の翻訳を紹介してきました(翻訳作品のページはこちら)。それらの作品は翻訳コースの担当教師である小川ケンジ先生の監修・指導のもと、翻訳コースの生徒たちが翻訳したものです。翻訳コースは2017年4月に閉鎖しましたが、小川先生は、この文学作品翻訳プロジェクトを続けています。それは、より多くの日系人やブラジル人の少年少女・青年たちに日本文学作品に親しんでもらいたいと願うからです。2017年には、有島武郎の『生れ出づる悩み』のポルトガル語訳をモデル校のサイトに公表しました。

 Neste ano, ele irá traduzir uma obra intitulada "Joseito" (女生徒, "A Estudante") de Osamu Dazai, um dos maiores escritores do século 20 no Japão. Esta obra é baseado nos diários de uma fã do escritor. Ela enviou seu diários da época de adolescencia e então, Dazai resumiu o conteúdo do diário em um dia, ou seja, de manhã quando a garota acorda e até ela descansar à noite. Dazai conseguiu expressar com seu estilo delicado e sutil, a psicologia de uma adelescente que oscila na sua autoconsciência (porisso as vezes fica perplexo) e também um pouco pessimista em relação ao mundo. A obra foi muito elogia por escritores veterano e famosos da época e se tornou uma das principais obras de Dazai. (ref. Wikipedia)

 そして今年もふたたびモデル校のサイトをお借りして、太宰治の『女生徒』のポルトガル語訳を皆さんに紹介していきたいと思います。
『女生徒」は、太宰治のファンであったある女性が、自分の女学生時代(現在の中学生)日記を太宰治のもとに送ったものをベースとして、14歳の女生徒が朝起きてから夜眠るまでの一日を主人公の独白体で綴っているものです。思春期の少女が持つ自意識の揺らぎと、その時期に陥りやすい、厭世的な心理を繊細な筆致で描き出し、当時の文芸時評で川端康成たちから激賞され、太宰の代表作の一つとなりました。(Wikipediaより)


女生徒
A Estudante


escrito por: Osamu dazai
tradução: Kenji Ogawa

jogakuseinome.jpg




A sensação de despertar de manhã é interessante. É como você ficar escondido dentro de uma guarda roupa numa brincadeira de esconde-esconde, você está agachada e escondia, mas de repente a Deko tyan abre a porta do guarda roupa, a luz invade dentro da guarda roupa e em seguida ouve-se o grito da Deko tyan. - Te achei!
Você fica meio ofuscado com a luz clara, depois sente-se embalaçoso, seu coração bate mais rápido e tenta ajeitar parte de frente do seu kimono (traje tradicional japonês), pois se sente um poco envergonhado. Você sai do guarda roupa, mas logo sente irado…
Isso, seria semelhante a aquele sensação. Não, é um pouco diferente, não é mesma sensação não. É como você abrir uma caixa, dentro dela há outra caixa, você abre essa caixa aí aparece outra caixa dentro, você abre ela aparece outra caixa dentro… Sim, você vai abrindo assim, sete ou oito caixas assim, e no final você encontra uma pequena caixinha do tamanho de dados e quando se abre essa ultima caixa não se encontra nada dentro dela, uma caixa vazia. É isso mesmo, a sensação é bem parecida.
As pessoas dizem que desperta-se suavemente e bem de manhã, mas isso é mentira. A mente da gente antes de despertar fica tão turvo e que depois de algum tempo, como se o amido precipita-se com o tempo e na parte superior do frasco forma-se água límpida, até que em fim a gente se desperta. Por isso, eu sinto que manhã é meia falsa. Fico lembrando das coisas tristes e fico triste, é insuportável! Ah, eu detesto manhã, não gosto de manha!
De manhã eu estou horrível. Minhas pernas estão muito cansadas e não tenho vontade de fazer nada. Será porque eu não durmi bem? As pessoas que dizem que quem se levanta de manhã cedo tem saúde é mentira! Para mim, toda manhã é cinza, é sempre igual. É hora mais vazia do dia. Acordo de manhã já com uma baita pessimismo. Sinto tédio de mim mesmo, sinto remorsos horríveis que parece que me sufoca e eu contorço meu corpo.

A manhã é maldosa.
Eu chamo baixinho: - Pai…
Sinto meio envergonhada, não sei porque, mas também sinto feliz ao mesmo tempo – é estranho – me levanto dobro futon (edredom japonês), carrego ele soltando a voz:
- Yoisho! (*1)
Mas logo percebo que eu jamais havia dito uma palavra assim. Estou-me parecendo uma velhinha fazendo força, que ódio! Por que será que eu soltei uma palavra assim? Será que dentro de mim tem parte que é velhinha? Ah, isso não, não posso acreditar! Tenho que tomar cuidado para não repetir isso de novo (suor). Fiquei tremendamente decepecionada comigo. É a mesma situação que sente, quando despresa maus modos das outras pessoas, ou critica jeito de andar deselegante, mas você mesmo faz a mesma coisa, senti-me muito mau.
Sinceramente dizendo, de manhã não me sinto nenhum pouco confiante comigo. Eu sento em frente a espelho com pijama. Olho para o espelho sem óculos. Enxergo o meu rosto um pouco desfocado. Eu detesto usar óculos, mas usar óculos não tem só desvantagem, há também vantagens que as pessoas que não usam óculos não sabem. Por exemplo, eu gosto de olhar para longe sem óculos. As coisas enxergam um pouco embaçada e parece que estou vendo um sonho, um zootropo, é maravilhoso. Não enxergo nada suja, só enxergo coisas grandes, que têm cores vivas e fortes. Gosto também de ver as pessoas sem usar óculos, pois assim todas as pessoas parecem carinhosas, bonitas e sorridentes. Além disso, quando estou sem óculos, não tenho mínima vontade de brigar com outras pessoas, nem sinto vontade de falar mal. Só fico calada, silenciosa. Se outras me verem eu desse jeito, devem achar que sou uma boa menina, esse pensamento faz com que eu fique ainda mais boazinha e dengosa e me torno uma menina muito gentil.
Porém, mesmo considerando essas vantagens, eu não gosto de óculos, pois quando ponho os óculos parece que meu rosto some, só enxerga óculos na minha cara, aí não se pode mais expressar várias emoções, tais como sentimento romantica, beleza, agressividade, fragilidade, inocência, saudade, etc. Todas essas emoções e sentimentos são impedidos de ser expressados por causa dos óculos. Obviamente, o tal de “conversar com os olhos” também não poderá fazer, lamentavelmente!
Os óculos são monstros.
Não sei se é porque eu sempre detestei de usar os óculos, eu acho melhor elogio é elogiar que os olhos são lindos. Mesmo que não tenha nariz, que esteja com a boca tampada, se tiver os olhos que faz você se tiver os olhos que faz sentir a razão de “viver uma vida de forma mais bela”, já basta, seria suficiente. Mas lastimavelmente, meus olhos são somente grandes e não me ajudam nada. Quando fico olhando para os meus olhos parece que caio na depressão. Até mesmo a minha mãe me disse que meus olhos são “sem graça”! Devem chamar os olhos igual meu de olhos sem brilho. “Bolas de carvão”, seria palavra correta para expressar os meus olhos. É muito deprimente! Veja só esses dois olhos. Realmente é lastimável. Toda vez que eu vejo o espelho, sinto enorme desejo de ter lindos olhos, olhos azuis como um lago, olhos que ve o céu azul deitada num campo verde – de vez em quando os pássaros atravessam o céu – enxergaria até sombra desses pássaros. Tenho vontade de conhecer muitas pessoas que têm olhos lindos.

(*1) yoisho よいしょ é uma palavra usada quando você vai executar uma atividade difícil. "Yoisho" também é usado por pessoas mais velhas quando se sentam, pois na idade avançada, até mesmo um ato simples de sentar exige um certo esforço.



 あさ、眼をさますときの気持は、面白い。かくれんぼのとき、押入れの真っ暗い中に、じっと、しゃがんで隠れていて、突然、でこちゃんに、がらっと襖ふすまを あけられ、日の光がどっと来て、でこちゃんに、「見つけた!」と大声で言われて、まぶしさ、それから、へんな間の悪さ、それから、胸がどきどきして、着物 のまえを合せたりして、ちょっと、てれくさく、押入れから出て来て、急にむかむか腹立たしく、あの感じ、いや、ちがう、あの感じでもない、なんだか、もっ とやりきれない。
箱をあけると、その中に、また小さい箱があって、その小さい箱をあけると、またその中に、もっと小さい箱があって、そいつをあけると、ま た、また、小さい箱があって、その小さい箱をあけると、また箱があって、そうして、七つも、八つも、あけていって、とうとうおしまいに、さいころくらいの 小さい箱が出て来て、そいつをそっとあけてみて、何もない、からっぽ、あの感じ、少し近い。
 パチッと眼がさめるなんて、あれは嘘だ。濁って濁って、そのう ちに、だんだん澱粉でんぷんが下に沈み、少しずつ上澄うわずみが出来て、やっと疲れて眼がさめる。
朝は、なんだか、しらじらしい。悲しいことが、たくさんたくさん胸に浮かんで、やりきれない。いやだ。いやだ。
朝の私は一ばん醜みにくい。 両方の脚が、くたくたに疲れて、そうして、もう、何もしたくない。熟睡していないせいかしら。朝は健康だなんて、あれは嘘。朝は灰色。いつもいつも同じ。 一ばん虚無だ。朝の寝床の中で、私はいつも厭世的だ。いやになる。いろいろ醜い後悔ばっかり、いちどに、どっとかたまって胸をふさぎ、身悶みもだえしちゃう。

suzume_1.jpg


 朝は、意地悪いじわる。
「お父さん」と小さい声で呼んでみる。へんに気恥ずかしく、うれしく、起きて、さっさと蒲団ふとんを たたむ。蒲団を持ち上げるとき、よいしょ、と掛声して、はっと思った。私は、いままで、自分が、よいしょなんて、げびた言葉を言い出す女だとは、思ってな かった。よいしょ、なんて、お婆さんの掛声みたいで、いやらしい。どうして、こんな掛声を発したのだろう。私のからだの中に、どこかに、婆さんがひとつ居 るようで、気持がわるい。これからは、気をつけよう。ひとの下品な歩き恰好かっこうを顰蹙ひんしゅくしていながら、ふと、自分も、そんな歩きかたしているのに気がついた時みたいに、すごく、しょげちゃった。
 朝は、いつでも自信がない。寝巻のままで鏡台のまえに坐る。眼鏡をかけないで、鏡を覗くと、顔が、少しぼやけて、しっとり見える。自分の顔の中で一ばん眼鏡が厭いやな のだけれど、他の人には、わからない眼鏡のよさも、ある。眼鏡をとって、遠くを見るのが好きだ。全体がかすんで、夢のように、覗き絵みたいに、すばらし い。汚ないものなんて、何も見えない。大きいものだけ、鮮明な、強い色、光だけが目にはいって来る。眼鏡をとって人を見るのも好き。相手の顔が、皆、優し く、きれいに、笑って見える。それに、眼鏡をはずしている時は、決して人と喧嘩けんかをしようなんて思わないし、悪口も言いたくない。ただ、黙って、ポカンとしているだけ。そうして、そんな時の私は、人にもおひとよしに見えるだろうと思えば、なおのこと、私は、ポカンと安心して、甘えたくなって、心も、たいへんやさしくなるのだ。
 だけど、やっぱり眼鏡は、いや。眼鏡をかけたら顔という感じが無くなってしまう。顔から生れる、いろいろの情緒、ロマンチック、美しさ、激しさ、弱さ、あどけなさ、哀愁、そんなもの、眼鏡がみんな遮さえぎってしまう。それに、目でお話をするということも、可笑おかしなくらい出来ない。

oculos_mulher.jpg


 眼鏡は、お化け。
 自分で、いつも自分の眼鏡が厭だと思っているゆえか、目の美しいことが、一ばんいいと思われる。鼻が無くても、口が隠されていても、目が、その目を見て いると、もっと自分が美しく生きなければと思わせるような目であれば、いいと思っている。私の目は、ただ大きいだけで、なんにもならない。じっと自分の目 を見ていると、がっかりする。お母さんでさえ、つまらない目だと言っている。こんな目を光の無い目と言うのであろう。たどん、と思うと、がっかりする。こ れですからね。ひどいですよ。鏡に向うと、そのたんびに、うるおいのあるいい目になりたいと、つくづく思う。青い湖のような目、青い草原に寝て大空を見て いるような目、ときどき雲が流れて写る。鳥の影まで、はっきり写る。美しい目のひととたくさん逢ってみたい。






kumo_nuvem.jpg


続きを読む Ler a continuação


Todos Direitos Reservado
本作品の翻訳権は翻訳者にあります。
スポンサーサイト
category : 日本文学 Literatura Japonesa  comment : 0  track back : 0
上記広告は1ヶ月以上更新のないブログに表示されています。新しい記事を書くことで広告を消せます。